Tamanho do texto:

   Infelizmente após 4 anos a frente da entidade, pela primeira vez temos a insatisfação de comunicar aos nossos associados a impossibilidade de realizarmos nossa tradicional Assembleia Geral de dezembro, tão poderemos contemplar nossos companheiros presentes com pequenas lembranças natalinas como costumeiro.

   Tal atitude já foi comunicada ao conselho fiscal da ASMEAP pela Diretoria da entidade, sendo adotada em virtude de estarmos com praticamente 3 MESES DE VALORES DE MENSALIDADES consignadas nos contracheques de nossos associados em atraso. Essa falta de repasse financeiro por parte do executivo inviabilizou nosso planejamento anual, prejudicando inclusive o pagamento de nossos funcionários (recepção e serviços gerais), prestadores de serviços (advogados, estagiário, contador, manutenção de informática, etc...) e fornecedores, os quais estão até a presente data sem receber na totalidade seus salários relativos ao mês de novembro/15, além de estar praticamente inviabilizando nossos atendimentos jurídico e de auxílio funeral aos associados que necessitem desses serviços (não sabemos quanto tempo poderemos continuar mantendo o atendimento nessas condições).
Já havíamos efetuado a reserva do espaço para o dia 16 de dezembro no museu Sacaca, a partir das 18:00 horas, porém estamos sinceramente sem condições de arcar com o custo financeiro para realizarmos o evento.

   Pedimos desculpas aos nossos associados pelos transtornos, lembrando que essa Diretoria tem se esforçado para manter a qualidade do serviço dispensado aos nossos companheiros e cumprir rigorosamente o que prevê nossos estatuto social, mas o momento infelizmente nos impõe essa humilhante restrição, principalmente pelo fato de que a entidade NÃO POSSUI outra fonte de renda senão o repasse das mensalidades de seus associados.
Lamentamos novamente a FALTA DE RESPONSABILIDADE e COMPROMISSO da secretaria responsável por não repassar os valores consignados em folha, devidos a uma entidade que tem um papel fundamental na defesa da sociedade e da categoria dos militares, ntidade esta que por inúmeras vezes desempenha o papel que o próprio Estado deveria realizar na defesa jurídica dos militares, conforme previsão constitucional.

   Finalizando, gostaríamos de agradecer aos nossos colaboradores pela compreensão, reconhecendo e enaltecendo o esforço, a dedicação e o comprometimento de cada um deles, pois sem a presença de espírito e a determinação implacável dessa equipe abnegada, talvez não estivéssemos ainda atendendo mesmo que com dificuldades aos nossos associados.

OBRIGADO A TODOS!

A DIRETORIA